Jovem que tinha matado o seu irmão foi assassinado a tiros em Araripe



Caio tentou se refugiar numa casa em construção, mas foi perseguido pelos algozes e morto em Araripe (Foto:Reprodução/Redes Sociais)

Após oito meses e meio sem o registro de homicídios em Araripe, o assassinato de um jovem na manhã dessa Sexta-feira Santa interrompeu o clima de paz. Por volta das 10h30min Francisco Caio Oliveira da Silva, de 22 anos, que residia no Sítio Água Branca na zona rural daquele município, foi executado a tiros no bairro Campo de Avião. Segundo testemunhas, ele estava na Rua do Aeroporto bebendo com duas garotas e dois rapazes quando chegaram dois homens numa moto de cor preta.

A dupla mandou todos afastarem de Caio, mas este saiu correndo ao ver um deles sacando uma arma de fogo. Todavia, foi perseguido pelos algozes que o atingiram no ombro. Mesmo ferido continuou na sua tentativa de fuga e se refugiou numa casa em construção na Rua Santos Dumont, onde caiu. No canteiro de obras a dupla concluiu a execução com mais dois tiros na cabeça. No local esteve uma patrulha do Destacamento de Araripe comandada pelo Sargento Aurílio e mais os Soldados Fabrício e Nascimento.

Existem informações que ele matou um irmão seu quando morava em Goiás e esteve preso por crime de violência doméstica praticado contra uma adolescente, no mês de dezembro de 2016, em Itaberaí (GO). Inclusive, tinha no bolso da calça um Alvará de Soltura expedido pela comarca daquele município. Caio retornou há um mês e morava com o pai muito conhecido em Araripe como "Tico do Mel". Nesse intervalo de tempo já tinha atropelado uma garota no bairro Santo Antonio e, no Sítio Buracão, lesionou uma pessoa com gargalo de garrafa, cuja vítima ficou com a mão aleijada.

Este foi o primeiro homicídio do ano em Araripe ou 25% em relação aos quatro registrados no decorrer do ano passado. O último tinha acontecido no dia 18 de Julho e a vítima foi o agricultor Antonio Alves de Alencar, de 52 anos, que morreu no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro. Ele morava na Rua Monsenhor Rocha no centro de Potengi, mas terminou atropelado propositadamente por uma moto no Distrito de Pajeu na zona rural de Araripe momentos após se envolver num conflito.



Por Demontier Tenório
Miséria.com.br


Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário