Turistas devem gerar renda de R$ 3,9 mi no Ceará

A renda gerada pelos turistas que vêm ao Ceará nesta alta estação deverá atingir R$ 3,96 milhões, valor que representa um aumento de 7,65% em relação ao total observado entre dezembro de 2014 e fevereiro deste ano (R$ 2,10 milhões). De acordo com a Secretaria do Turismo (Setur), o Estado deverá receber 1,05 milhão de visitantes durante o período, um crescimento de 2,59% frente à quantidade registrada na última temporada de férias (1,02 milhão de pessoas). O Diário do Nordeste já havia apontado, na edição do dia 28 de novembro, que o número de visitantes passaria de 1 milhão.

A receita turística também deverá crescer 7,65%, totalizando R$ 2,26 milhões. O último valor fechou em R$ 2,10 milhões. A receita diz respeito ao gasto direto do visitante (táxi, hospedagem, alimentação, etc). Já a renda gerada está ligada ao efeito multiplicador do dinheiro na cadeia do turismo (taxista que foi ao supermercado e fez compras com o dinheiro pago pelo turista, por exemplo). A estimativa é que cada visitante desembolse, em média, R$ 2,2 mil.

Promoção do destino

Para o titular da Setur, Arialdo Pinho, o crescimento está ligado ao trabalho feito pela secretaria para promover o Estado, tanto no cenário nacional quanto internacional. "Nos mercados internacionais, conseguimos aumentar a demanda em 20%. Esperamos que cresça ainda mais em 2016, por conta da desvalorização do real em relação ao dólar", afirma o secretário.

Quanto ao mercado nacional, Arialdo acredita que o brasileiro continuará viajando menos ao exterior devido à alta da moeda americana. Por isso, também projeta crescimento na procura por destinos turísticos do Estado. "Para 2016, estamos pensando em desenvolver em torno de 30 feiras, promovendo o Ceará em diversos lugares do País. Acreditamos que essa é a hora da promoção", acrescenta.

O secretário lembra que o turismo cearense está vivenciando uma boa fase, tendo a melhor ocupação hoteleira da região Nordeste. Fortaleza, destaca, é a segunda capital turística do País, atrás apenas do Rio de Janeiro.

Parceria

A Setur fechou também uma parceria com a CVC. A campanha foi firmada em agosto deste ano e divulga o Ceará em nível nacional, na alta e na baixa estações. Para atender à demanda, a CVC terá sete novos fretamentos semanais vindos de São Paulo (3), Rio de Janeiro (1), Belo Horizonte (1), Cuiabá (1) e Belém (1). Outra novidade para esse período é o novo voo diário Campinas/Fortaleza, da Azul, com capacidade para 272 passageiros, que começa a operar em janeiro.

Nacional x Internacional

Do total de turistas esperados, 992.500 mil deverão vir ao Ceará de outras cidades brasileiras, número que representa um aumento de 2,62% na comparação com a última alta estação, quando foi observada a presença de 967.193 visitantes nacionais.

Em relação aos turistas internacionais, a expectativa da Setur é que cheguem ao Ceará, por meio do aeroporto de Fortaleza, 57.500 visitantes, 2,15% a mais que no período anterior (56.292).

No Aeroporto Internacional Pinto Martins, o fluxo de passageiros deverá ser 3,52% maior. Segundo a projeção da Setur, o terminal receberá 1,85 milhão de passageiros de dezembro de 2015 a fevereiro de 2016. Na última alta temporada de férias, 1,78 milhão de pessoas passaram pelo aeroporto.

Fonte: Diário do Nordeste

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário