Tribunal acelerou de maneira incomum ação contra Lula


Apenas dois processos públicos por corrupção foram decididos em menos de 150 dias no TRF-4 (Foto: Reprodução)

Um levantamento feito pelo jornal Folha de S. Paulo aponta que, em 2017, apenas dois processos públicos por corrupção foram decididos em menos de 150 dias no TRF-4. Um deles, o do recurso contra a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No caso de lavagem de dinheiro, nenhum de mérito foi julgado pela instância.

A velocidade da tramitação realizada de maneira incomum, levantou e, no último dia 15, o presidente da corte, juiz federal Carlos Eduardo Thompson Flores, rebateu as indagações. Ele juntou uma lista de 1.326 ações julgadas em até 150 dias no tribunal em 2017 –48,9% do total das decisões criminais.

Contudo, entre os 1.263 processos públicos (63 estão em segredo de Justiça) relacionados por Flores, apenas os dois por corrupção –menos de 0,2%– tratam dos mesmos crimes da ação contra o petista, que ainda tem réus como o ex-líder da OAS Léo Pinheiro e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

O julgamento está marcado para 24 de janeiro e pode não se encerrar nessa data, porque um dos três juízes da turma julgadora pode, por exemplo, pedir vista para ter mais tempo de analisar o caso.

Condenação

Lula foi condenado na primeira instância, pelo juiz Sergio Moro, a nove anos e seis meses de prisão em julho e o recurso chegou em 42 dias no TRF-4, recorde na Lava Jato.

 

noticiasaominuto


Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário