Perto dos 300 jogos, Cássio vê derrota para o Galo como sua pior


Atleta esteve no lançamento do livro "PrimeiraForça", na noite de segunda (Foto: Reprodução)

O goleiro Cássio completará 300 jogos com a camisa do Corinthians nesta quarta-feira, contra o Atlético-MG, às 21h (de Brasília), no estádio do Mineirão. Cada vez mais firme como um dos maiores arqueiros da história do Alvinegro, o jogador, presente ao lançamento do livro "#Primeira Força", que celebra o título do Paulista deste ano, na noite da última segunda-feira, no Parque São Jorge, elegeu justamente um jogo diante deste rival como o pior pelo Timão.

"Olha, difícil falar em pior… Mas acho que o jogo mais difícil de digerir foi justamente contra o Atlético-MG, naquele 4 a 1, em 2014", disse o camisa 12, relembrando a eliminação do Corinthians para os mineiros da Copa do Brasil daquele ano, ainda sob o comando de Mano Menezes.

Naquela ocasião, após derrotar o adversário por 2 a 0 no jogo de ida, no estádio de Itaquera, o clube do Parque São Jorge saiu na frente com um gol de Guerrero, ainda nos momentos iniciais da partida, abrindo larga vantagem sobre o Galo. Depois, porém, viu o time da casa conseguir uma reação heroica, com participação inclusive do meia Guilherme, agora emprestado ao Atlético-PR, autor de dois dos quatro gols mineiros.

"Foi doído principalmente por ser uma eliminação, não só o resultado em si. Abrimos uma vantagem muito grande, pelo jogo aqui, pelo gol logo de cara. Então foi algo bastante difícil de se recuperar, foi complicado", comentou o atleta, que não teve muitas dúvidas ao citar qual foi a melhor dessas aparições.

"Não tem muito como fugir daquele jogo contra o Chelsea-ING. É meio difícil de escolher porque eu fiz muito jogo bom, vai (risos). Mas aquele, por ser o jogo do título mundial, pela lembrança, não tem como não ser esse o melhor jogo", continuou Cássio, pedindo atenção aos companheiros para a partida de quarta.

"Temos que procurar sempre fazer o melhor, pensar passo a passo, manter a nossa postura adotada até o momento. Temos de respeitar bastante o adversário, que tem grandes jogadores, e ir para lá com o objetivo de somar mais pontos nessa luta pelo Brasileiro", concluiu o ídolo da Fiel.

 

gazetaesportiva


Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário