Fim de semana no Cariri com cinco mortes em acidentes de trânsito e um homicídio


Colisão de carros em Jati deixou saldo de três mortos e um homem morreu ao ser atropelado por um veículo na Avenida Leão Sampaio em Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Subiu de quatro para sete o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri. Neste, foram cinco vítimas fatais em acidentes de trânsito, um homicídio e uma pessoa que morreu em consequência de queda. Segundo levantamento feito pelo Site Miséria, foram três corpos de Jati e os demais de Jardim, Crato, Juazeiro e Nova Olinda com quatro mortes no sábado e as outras três neste domingo.

Por volta das cinco horas da madrugada de sábado morreu em um dos leitos do Hospital Santo Antonio de Barbalha Maria Carlos Pereira de Souza, de 89 anos. Ela residia em Jardim, onde sofreu uma queda na última segunda-feira, dia 14, sendo socorrida ao hospital barbalhense com suspeita de traumatismo craniano, porém faleceu cinco dias depois.

Às 16 horas, na BR-116 em Jati, houve uma colisão resultando nas mortes de José Gomes Ferreira, de 42, o "Paulo", que residia no bairro Renê Lucena em Brejo Santo, Martolomeu Luna Barros, de 36, o qual morava na Avenida Carlos Cruz em Juazeiro, e o aposentado João José da Cruz, de 76 anos, que residia no Sítio Bálsamo em Jati. Martolomeu dirigia uma Saveiro e teria forçado ultrapassagem na rodovia colidindo no Classic guiado por "Paulo". Além do aposentado, ele levava ainda duas jovens que terminaram socorridas ao Hospital Regional do Cariri em Juazeiro.

Já às 03h30min deste domingo, na Rua Sargento Fábio Salviano de Souza (Bairro Seminário) em Crato, o menor Marcos Antonio Batista de Lima, de 16 anos, foi morto com um tiro de escopeta calibre 12 na cabeça. Ele morava na Rua César Pinheiro (Conjunto Vitória Nossa) daquele bairro e a polícia prendeu o acusado do crime. Trata-se do ex-presidiário Franciano Ribeiro Alves, de 22 anos, o "Isaac", que estava na Travessa Potengi, 776 daquele bairro e alegou legítima defesa.

Por volta das 19 horas, perto do Ingra Hotel na Avenida Leão Sampaio (Jardim Gonzaga) em Juazeiro, um homem com idade entre 25 e 30 anos foi atropelado e morreu no local. Ele atravessava a via quando foi colhido por um carro, cujo motorista seguiu adiante na sua viagem sem prestar socorro. O mesmo terminou arremessado alguns metros adiante devido o impacto da batida se constituindo na 24ª vítima fatal em acidente de trânsito este ano em Juazeiro. No bolso dele foi encontrado um celular Motorola de cor preta e R$ 52,00 em dinheiro.

Cerca de duas horas e meia depois morreu em um dos leitos do Hospital Santo Antonio de Barbalha o jovem Rodrigo Mourão da Silva, de 19 anos, que residia na Rua Antonio Domingos Maciel (Bairro João Ferreira) em Nova Olinda. No dia 3 de junho, ele se envolveu num acidente com moto e sofreu traumatismo craniano quando foi socorrido, mas terminou falecendo no hospital.



Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário