Remédios "milagrosos" fazem parte da tradição na fé em Juazeiro do Norte


Remédios "milagrosos" fazem parte da tradição na fé em Juazeiro do Norte (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria)

Você já tomou óleo de pequi? Já tentou parar de beber usando as peculiaridades de um autêntico sangue de urubu? Nas romarias de Juazeiro do Norte, esse tipo de produto ganha as calçadas em banquinhas improvisadas, é quando os comerciantes apostam na fé dos visitantes para vender todo tipo de pomada, gel e óleos. Eles garantem: funciona!

Dona Ermínia vende essas mercadorias há 12 anos na lateral da Basílica da Matriz, bem no centro comercial que ferve de gente sempre em tempos de romaria. Ela garante que tem clientela fiz e que muita gente só compra em sua barraca. A pomada Padre Cícero é o carro-chefe de seu negócio. "Parece que foi o meu padrinho ciço que mandu fazer um negócio bom desse", ela brinca. Dor nas pernas, cansaço, "ombro pesado", e até tosse podem desaparecer com apenas uma aplicação. 

Para os que que sofrem com problemas no estômago e inflamações, a pedida é o óleo do pequi. Este sim, cientificamente comprovado em recente pesquisa na área de Bioprospecção Molecular da Universidade Regional do Cariri (URCA). Os testes foram feitos inicialmente em animais, mas a fé do povo, que dizem estar à frente da ciência, constatou a eficácia do óleo que é usado até pra massagear.

Produtos naturais fazem parte da fé na cura pelo Padre Cícero (Foto: Felipe Azevedo/Agência Miséria)


O "Legítimo Bálsamo Maravilhoso Padre Cícero" vem em um vidrinho de xarope que geralmente é reaproveitado. No rótulo diz que serve para dor de cabeça, alergia, cortes e picadas de inseto. João de Brito já visitou Juazeiro 45 vezes, ele costuma vir três vezes por ano, principalmente para a Missa do dia 20. Ele fala com entusiamos da eficácia do "xarope do meu padim", e garante que é só tomar pra ficar bom. 

Dividindo a atenção dos clientes, figura em uma posição especial o famoso óleo de copaiba, extraído da árvore de mesmo nome e que leva consigo uma ação anti-inflamatória. 

Mas se o leitor pretende deixar de lado a bebida ou conhece alguém deseja largar de vez o vício, a grande recomendação é o Sangue de Urubu. O líquido preto é vendido em um vidrinho com pouco mais de 10 ml. Custa R$ 3,00 e é encontrado facilmente ao lado da Matriz, nas banquinhas da feira. Este, infelizmente, não se pôde constatar a eficácia, mas, caso o leitor queira nos comunicar uma história de sucesso consumindo o produto, é só nos deixar um comentário logo abaixo.

E você, conhece mais algum produto milagroso famoso aqui em Juazeiro? Deixe-nos um comentário.



Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário