Jornal diz que Cristiano Ronaldo sonegou pelo menos R$ 500 milhões



Cristiano Ronaldo é a bola da vez do fisco espanhol (Foto: Reprodução)

O fisco espanhol segue feroz em cima dos grandes astros da bola. Após a Justiça local condenar Lionel Messi por sonegação, Cristiano Ronaldo estaria sendo investigado pelos mesmo motivos, porém com números ainda mais impactantes. De acordo com matéria divulgada pelo jornal espanhol "El Mundo" nesta quinta-feira, o craque do Real Madrid teria recebido, ao menos, € 150 milhões (aproximadamente R$ 550 milhões) de empresas sediadas nas Ilhas Virgens e declarado apenas um pequena parte. A denúncia faz parte da investigação com base nos documentos obtidos pela revista alemã "Der Spiegel" no "Football Leaks".

Segundo matéria do jornal madrileno, € 75 milhões (R$ 275,8 milhões) seriam referentes à venda dos direitos de imagem de CR7 às empresas Adifore Finance e Arnel Services de 2015 a 2020. A operação teria sido realizada por intermédio de uma empresa ligada ao empresário Peter Lim, com o dinheiro depositado em uma conta na Suíça. Já € 74,8 milhões (R$ 275,1 milhões), negociados com a Tollin Associates, dizem respeito aos direitos dos seis primeiros anos de Cristiano Ronaldo no Real.

Do total dos quase € 150 milhões, o craque português teria inicialmente pago diretamente ao fisco somente € 5,6 milhões (R$ 20,6 milhões), ou seja, menos de 4 % do total arrecadado nas transações com as empresas caribenhas.

A imprensa espanhola já divulgara na quarta-feira que o jogador merengue estaria na mira da Agência Tributária por sonegação de € 8 milhões (R$ 29,3 milhões), montante que aparece no registro que a promotoria recebeu das autoridades fiscais.

 

globoesporte



Livre de vírus. www.avast.com.
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário