Já são 12 os pedidos de impeachment do presidente Michel Temer



STF autorizou inquérito contra o presidente da República após denúncias; caberá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, analisar os pedidos (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)

Já são 12 os pedidos para o impeachment do presidente da República, Michel Temer, protocolados desde a quarta-feira (17), segundo a Secretaria-Geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Caberá ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, analisar a admissibilidade desses pedidos.

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal autorizou a abertura de inquérito contra Temer. A Procuradoria-Geral da República apura denúncias dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do grupo J&F, que controla o frigorífico JBS e outras empresas. As suspeitas são de corrupção passiva, organização criminosa e obstrução à Justiça. As informações são da Agência Câmara.

Ao ser questionado por jornalistas na segunda-feira (22), Rodrigo Maia disse: "A Câmara dos Deputados e sua presidência não serão instrumentos para desestabilização do governo". Segundo ele, "o Brasil já vive uma crise muito profunda para que a Câmara cumpra um papel de desestabilização maior".

Na entrevista, Maia reconheceu a gravidade da situação política e defendeu o compromisso da Câmara com a recuperação econômica, com a geração de empregos e com a redução da taxa de juros no País. "Precisamos ter todas nossas energias focadas na agenda econômica, que garante desenvolvimento social para todos."

NoticiasaoMinuto


Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário