Após Justiça derrubar liminar aumento de tarifas da EMTU de São Paulo fica para 12 de fevereiro


Ônibus intermunicipais da EMTU em terminal (Foto: Reprodução/TV Vanguarda)

O aumento das tarifas de transporte intermunicipal na Região Metropolitana de São Paulo deverá começar no próximo domingo (12). A data foi definida em publicação da Secretaria de Transportes Metropolitanos no Diário Oficial do Estado de São Paulo desta terça-feira (7).

 

A resolução que determina o aumento foi publicada após a Justiça derrubar, na última sexta (3), liminar que impedia que o reajuste da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) em cinco regiões metropolitanas de São Paulo entrasse em vigor. Já o reajuste do transporte público na capital, incluindo a cobrança de taxa de integração do metrô com os ônibus da SPTrans e com trens CPTM, continua suspenso. 

 

O aumento nas tarifas da EMTU deverá afetar 1,7 milhão de pessoas. As passagens intermunicipais da Grande São Paulo terão reajuste de a partir de 6,1%. 

 

Ao liberar o reajuste na última sexta, o presidente do TJSP, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, considerou que proibir o aumento da tarifa dos bilhetes da EMTU pode causar "lesão à ordem e economia públicas" e um prejuízo de R$ 212 milhões.

 

Como fica

 

O aumento será de 6,65% nos municípios de Juquitiba, São lourenço da Serra, Embu Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu das Artes, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia, atendidas pelo consórcio Intervias.

 

Nos municípios de Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha, região atendida pelo consórcio Anhanguera, o reajuste será de 6,58% .

 

A passagem sobe 7,18% nas cidades de Guarulhos, Arujá, Santa Isabel e Mairiporã, atendidas pelo consórcio Internorte.

 

A tarifa sobe 6,64% nas cidades de Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba-Mirim, Salesópolis e Suzano, região atendida pelo consórcio Unileste.

 

No ABC paulista, o valor dos bilhetes aumenta 6,10% nas linhas metropolitanas que atendem São Caetano, Diadema, São Bernardo, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra e Santo André.

 

A tarifa das 13 linhas que operam no Corredor Metropolitano ABD (São Mateus - Jabaquara) e sua extensão Diadema - São Paulo (Morumbi) passa a ser de R$ 4,30.

 

 

Fonte: G1


--

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário