Barça revela acerto com Neymar antes do prazo autorizado pela Fifa


Clube fechou com o jogador quase três anos antes do término do contrato dele com o Santos (Foto: Divulgação)

Em depoimentos à Justiça espanhola prestados em 2014 e 2015, o ex-presidente do Barcelona Sandro Rosell e o atual, Josep Maria Bartomeu, admitiram terem contratado Neymar antes do prazo permitido pela Fifa. De acordo com a entidade, o jogador de um clube só pode assinar com outro quando faltar seis meses para o término do vínculo. No caso de Neymar, a contratação foi feita em dezembro de 2011, sendo que o atacante tinha contrato com o Santos até agosto 2014.

Um dos principais argumentos de defesa do Barcelona nesse caso é uma carta do presidente santista à época, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, liberando o estafe do jogador para proceder com as negociações.

O processo foi encerrado pela Justiça após acordo para que o Barcelona pague 6 milhões de euros ao fisco.

SINAL

Parte dos depoimentos dos cartolas foram obtidos e divulgados pelo Globoesporte.com. Neles, Rosell revela o pagamento de um "sinal" de 10 milhões de euros a Neymar para que o jogador escolhesse jogar no Barcelona. Para fugir à legislação da Fifa, as partes sempre classificaram essa transação como empréstimo à empresa N&N Consultoria, da família de Neymar, criada dias antes.


Nos depoimentos, o juiz questiona sobre o fato de o suposto empréstimo ter sido feito sem a contemplação de juros ou garantias de retorno. "Sigo convencido de que tudo feito pelo clube foi perfeito e legal e amparado na lei", respondeu o atual presidente do Barça.

FINAL DO MUNDIAL

O acerto do Barcelona com Neymar se deu dias antes da disputa da final do Mundial da Fifa, no qual o Santos, com o atacante em Campo, perdeu por 4 a 0. 

 

noticiasaominuto

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário