Papa doa 6 milhões de euros para vítimas de crise na Ucrânia


Desde abril, Igreja está recolhendo fundos para ajudar a região (Foto: Divulgação)


O Vaticano doará 6 milhões de euros para os afetados pela crise humanitária na Ucrânia, anunciou nesta sexta-feira (23) o Pontifício Conselho "Cor Unum". A verba será enviada a 2 milhões de pessoas, sem distinção de religião ou etnia, principalmente das regiões de de Donetsk, Lugansk, Zaporizhia, Carcóvia e Dnipro.

Em abril, Francisco anunciou que as igrejas na Europa haviam coletado uma quantia "extraordinária" para financiar projetos de assistência às populações que vivem em zonas de guerra.   

A Santa Sé, através do Pontifício Conselho Cor Unum, criou um comitê com religiosos ucranianos para coordenar a entrega das doações.

Desde o início das atividades, no mês de julho, o comitê selecionou e avaliou os projetos de assistência de orgãos cristãos de caridade e de agência internacionais. Agora, o comitê financiará 20 projeto de larga escala, de até 250 mil euros cada um, e 39 iniciativas de solidariedade de até 20 mil euros cada uma. Os recursos serão divididos em serviços e produtos, como medicamentos, habitação, alimentos e o higiene.   

Segundo uma avaliação feita recentemente pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (Acnur), o conflito na Ucrânia deixou , desde abril de 2014 até o dia primeiro de dezembro de 2016, 9.758 mortos e quase 23 mil feridos. 

 

uol


Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário