Moro ouve testemunhas de defesa em ação contra Eduardo Cunha


Advogados de defesa negam acusações e criticam o Ministério Público Fedederal (MPF) por não ter explicado a participação de Renan no esquema (Foto: Divulgação)


Seis testemunhas de defesa listadas pelos advogados do ex-deputado Eduardo Cunha em processo da Lava Jato estão sendo ouvidas pelo juíz federal Sérgio Moro na manhã desta quarta-feira (7).

De acordo com o G1, os depoimentos começaram às 9h30, com o  ex-deputado federal João Lúcio Magalhães Bifano.

Na sequência, virão o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Eustáquio Andrade Ferreira, agendado para às 9h50; o deputado federal Leonardo Lemos Barros Quintão, às 10h15; o deputado federal José Saraiva Felipe, às 10h30; o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) José Múcio Monteiro, marcado para as 10h40, e, por fim, o ex-ministro do Turismo nos governos Dilma Rousseff e Michel Temer, Henrique Eduardo Lyra Alves, agendado para às 14h.

Eduardo Cunha é acusado de receber propina de contrato de exploração de petróleo no Benin, na África, e de lavar o dinheiro na Suíça.

Preso desde 19 de outubro, os seus advogados negam as acusações e criticam o Ministério Público Fedederal (MPF) por não ter explicado a participação de Renan no esquema.

 

noticiasaominuto


Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário