Cabral comprou lancha por R$ 5,3 milhões, divulga PF


Titularidade da embarcação não chegou a ser transferida para Cabral, o que comprova que seu ex-assessor, Paulo Fernando Magalhães Pinto, ocultava os bens do ex-governador (Foto: foto/divulgação)


A Polícia Federal afirma em relatório que o ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, investigado na Operação Calicute, comprou a lancha "Manhattan Rio" por R$ 5,3 milhões.

De acordo com a Folha de S. Paulo, a titularidade da embarcação não chegou a ser transferida para Cabral. Ela está registrada em nome da empresa MPG Participações, do empresário Paulo Fernando Magalhães Pinto.

A PF afirma que isso provaria que o ex-assessor de Cabral oculta parte do patrimônio dele.

Uma planilha da MPG analisada pela PF comprova que o pagamento da lancha foi feito em agosto de 2014. O marinheiro da embarcação também confirmou que, a partir de 2014, Cabral era o único usuário da embarcação.

Segundo a matéria, para a PF e para o Ministério Público Federal, Cabral evitou qualquer vínculo com a lancha. A defesa do seu ex-assessor, no entanto, nega a ocultação de patrimônio de Cabral e afirma que Pinto emprestava o veículo ao ex-governador.

"Você empresta a embarcação e ainda paga o combustível? Isso foi para ocultar a titularidade da embarcação que pertence ao ex-governador Sérgio Cabral", disse o coordenador da Lava Jato no Rio, o procurador Lauro Coelho Junior.

Notícias ao Minuto

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário