Tocha Olímpica deve passar no Crato em 1º de julho

Está marcado para o dia 1º de julho, a partir das 18h, o revezamento com a tocha Olímpica na cidade do Crato. A largada será próximo à divisa dos municípios de Juazeiro do Norte e Crato e deve ir até a Praça da Sé. O objeto deve passar entre os atletas da Região do Cariri durante o trajeto. A expectativa, segundo os organizadores é que 200 atletas possam participar do evento.

A tocha, que está no Crato, foi conquistada a partir da participação de um atleta do projeto 'Sonho Olímpico' no revezamento nacional da chama para as olimpíadas Rio 2016. O percurso entre Maracanaú e Fortaleza redeu, além dos holofotes para o projeto, uma das tochas que agora deve ser usada como forma de incentivo para o esporte através de doação e contribuição para o projeto sonho olímpico desenvolvido no Crato.

O revezamento estava previsto para ocorrer entre os municípios de Barbalha, Crato e Juazeiro do Norte, mas por falta de apoio o revezamento deve ocorre apenas na cidade cratense. A informação é de Laércio Ribeiro, um dos organizadores do evento. Ele destaca ainda que a intenção é promover o projeto e arrecadar recurso e material esportivo para garantir a continuidade do projeto 'Sonho Olímpico'.

Sobre o projeto

Sonho Olímpico é um projeto que há mais de cinco anos promove o esporte e lazer para os jovens cratenses. Ao todo são 180 núcleos do projeto funcionando em vários pontos do município do Crato com ação de voluntários para garantir a manutenção das atividades.

Em 2016 o projeto sonho olímpico foi escolhido pela Nissan Brasil para participar do revezamento que carrega a chama olímpica pelo Brasil até a cidade do Rio de Janeiro que sediará as olimpíadas. Com o tema "Adote um jovem para o esporte" a escolha de um dos atletas fortalece a luta para a arrecadação de material esportivo, uma vez que a entidade vive de doações.

Conforme contou Laércio Ribeiro, coordenador do projeto, o poder público tem que dar continuidade ao trabalho de incentivo ao esporte. Ele explica que não faz sentido construir quadras de esporte sem que haja material, instrutor ou incentivo para a prática regular das atividades.

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário