Ministério Público realiza grande operação no Cariri nesta quarta-feira

Uma operação desencadeada pelo Ministério Público do Ceará investiga, na manhã desta quarta-feira (22), em Juazeiro do Norte, crimes contra a administração pública envolvendo delegados, escrivães, policiais militares e civis e outros agentes públicos do Estado.

A ação do MP por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECCO) e a Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional conduziu coercitivamente um delegado de polícia civil, um escrivão, proprietários e corretores de imóveis da região até a sede do Ministério Público, em Juazeiro do Norte. 

Segundo o MP, as investigações foram iniciadas em 2015 e apontam que servidores públicos montaram um esquema de “grilagem” de terrenos, os quais eram posteriormente vendidos com documentação fraudulenta.

Leia abaixo a nota na íntegra do Ministério Público do Estado do Ceará:

O Ministério Público do Ceará, através da 6a Promotoria de Justiça de Juazeiro do Norte e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), contando com o auxílio de vários promotores de Justiça do Cariri, deflagrou a operação “Perícia Legal”, que investiga, desde 2015, esquema de corrupção de agentes dos órgãos de segurança, notadamente da Perícia Forense do Estado do Ceará (PEFOCE) e da Delegacia de Polícia Civil de Juazeiro do Norte.

Segundo as investigações, os servidores públicos investigados montaram um esquema de “grilagem” de terrenos, os quais eram posteriormente vendidos com documentação fraudulenta. Também restou apurado que tais agentes realizavam costumeiramente cobranças de dívidas para particulares, mediante o pagamento de comissão, valendo-se de seus cargos no Estado para intimidar os inadimplentes.

Foram presos preventivamente por ordem da Justiça Francisco Antônio Ferreira Barbosa (perito da PEFOCE) e Eduardo Jorge Duarte da Silva, também conhecido por “Duinha”. O primeiro foi também afastado das funções públicas até o encerramento das investigações. Foram expedidos, ainda, nove mandados de busca e apreensão em diversos locais, inclusive na Delegacia de Polícia Civil e no Núcleo da PEFOCE de Juazeiro do Norte. Vinte e duas pessoas foram conduzidas coercitivamente para serem ouvidas pela equipe de Promotores.

As ordens expedidas pelo Juiz da 2a. Vara Criminal de Juazeiro do Norte, Péricles Victor Galvão de Oliveira, foram cumpridas em cooperação com a Coordenadoria de Operações (COPOL), da Secretaria de Segurança Pública e Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD).

Fonte: Miseria.com.br
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário