Ensino dá salto de qualidade com uso de tecnologia digital

Mais uma vez essa cidade, no Sertão dos Inhamuns, dá um salto de qualidade no uso de tecnologia de informação associada ao processo ensino e aprendizagem. É que está em curso o projeto Escola do Futuro, que faz uso de equipamentos e aplicativos tecnológicos modernos, como tablets e lousa digital, na sala de aula. Inicialmente, o programa chega a duas escolas do Ensino Fundamental.

Professores trocaram o pincel e o quadro de madeira por lousa digital para explicar o conteúdo escolar. Os alunos deixaram o livro e o caderno de lado e passaram a anotar e observar ilustrações em tablets.

Treinamento

Na cidade digital, como Tauá passou a ser conhecida, está em andamento uma revolução tecnológica no ensino público da rede municipal. A iniciativa é da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação. Após lançamento de edital público, as escolas se inscreveram para aquisição de equipamentos e elaboração de um plano de ação.

As escolas Joaquim Pimenta e Júlio Rego foram as vencedoras. Na primeira unidade de ensino, o projeto está mais avançado.

Além da aquisição das lousas digitais e dos tablets, há um processo de formação dos docentes e treinamento dos alunos, por meio da empresa vencedora da licitação, Participativa, da cidade Navegantes, em Santa Catarina, Estado do Sul brasileiro.

Na cidade catarinense, professores e gestores conheceram programa semelhante que está em um estágio mais avançado.

Recentemente, a técnica Lídia Medeiros dirigiu capacitação técnica para professores da Escola de Ensino Fundamental Joaquim Pimenta, que oferece ensino do 6º ao 9º ano para 500 alunos e dispõe de 40 professores. De lá para cá, a qualidade do ensino tem sido melhorada e os alunos correspondem com assiduidade e maior interesse pelo aprendizado, conforme atestam os educadores.

Euforia

A diretora da escola, Juvenília Bezerra, disse que professores e alunos estão eufóricos com o uso da tecnologia. "Os alunos têm muita facilidade e os professores estão superando com rapidez alguma dificuldade de acesso à tecnologia. A nossa avaliação do projeto é muito positiva", frisou.

Na cidade de Navegantes, alunos e professores já usam equipamentos digitais em sala de aula há três anos. "Esse é o primeiro passo e senti que a motivação é geral. Estamos confiantes que o processo vai avançar porque há apoio e decisão política nesse sentido", observou a técnica Lídia Medeiros.

De fato, a Secretaria de Educação está investindo no uso de modernos aplicativos pedagógicos. "Estamos dando um saldo de qualidade", disse o secretário de Educação do município, João Álcimo Viana Lima. A prefeita Patrícia Aguiar disse que a meta é expandir o projeto para todas as escolas da rede municipal.

Interesse

A implantação do projeto Escola do Futuro despertou a atenção e curiosidade de outros professores e alunos da cidade. "Já recebemos visitas de outros docentes querendo conhecer, ver como é o uso da lousa digital. Todos ficaram admirados", frisou Juvenília Bezerra.

Os pais dos alunos das duas escolas onde o projeto começou a ser implantado participaram de reuniões e também conheceram a nova tecnologia. Deram depoimentos de que os filhos ficaram mais motivados para o estudo.

"O nosso esforço é para melhorar a qualidade do ensino, da aprendizagem", frisou Álcimo Viana. Segundo os gestores das escolas, os alunos estão tendo cuidado com os equipamentos, sem causar danos.

Mais informações:

Prefeitura Municipal de Tauá

Secretaria de Educação

Centro

Sertão dos Inhamuns

Telefone: (88) 3437- 3713

Fonte: Diário do Nordeste
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário