AMAJU quer transformar a realidade do Parque Ecológico das Timbaúbas em Juazeiro

Desde que assumiu a gestão do Parque Ecológico das Timbaúbas, a Autarquia do Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (AMAJU) discute projetos e ações no sentido de transformar a realidade da área que é considerada o principal cinturão verde do município. De acordo com um Decreto assinado na década de 90, ele é reconhecido como área de interesse ambiental e uma das metas é transformá-lo na primeira Unidade de Conservação de Juazeiro pelas mãos do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC).

A informação foi prestada pelo superintendente da autarquia, Eraldo Oliveira, explicando que a mudança vai garantir ao parque a preservação do patrimônio biológico e uma gestão com normas e regras especiais que assegurem à população o uso sustentável dos recursos naturais. Segundo ele, o Parque Ecológico passa por um processo que inclui estudo para readequação de plano de trabalho e disciplinamento da área destinando-a a atividades nos campos da educação, lazer e saúde.

A AMAJU já encaminhou a proposta de reconhecimento ao setor responsável do Governo do Estado e aguarda um posicionamento. O Parque Ecológico das Timbaúbas ocupa uma área de 634 hectares em faixa de terra ao longo das calhas dos rios Salgadinho e Timbaúbas, além de outros afluentes. Ele possui uma vegetação hidrófita e, no interior do mesmo, estão 11 fontes naturais responsáveis por 70% do abastecimento de Juazeiro com água potável.

Assessoria de Imprensa
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário