Amaju prevê multa para descarte incorreto de pneus

A partir do mês de julho, as fontes geradoras de pneus inservíveis devem se responsabilizar pela destinação correta do material. A orientação repassada pela Autarquia de Meio Ambiente de Juazeiro do Norte (Amaju) está prevista no Código de Condutas do Município, que também prevê penalidades para quem descumprir as normas. As multas podem variar entre R$ 132,30 a R$ 44,1 mil.

Os pneus inservíveis são aqueles cuja vida útil terminou e, por isso, precisam ser descartados em ambiente correto para que não cause desequilíbrio ecológico e ambiental. Conforme dados da Amaju, cerca de 155 borracharias e congêneres cadastradas na cidade foram orientadas pelos agentes do Meio Ambiente Municipal e de Endemias sobre como fazer a disposição com segurança ambiental.

O superintendente da autarquia, Eraldo Oliveira, explica que, até o final deste mês, a coleta continua sendo feita pelo setor de limpeza pública. "Por conta da preocupação com os criatórios do mosquito Aedes aegypti, a própria Proex, empresa responsável pela limpeza pública no município, de forma emergencial, realiza a coleta e transporte dos pneus depositados em avenidas e canteiros públicos. Mas cabe a co-responsabilização da população".

Ele lembra que, agora, é preciso a colaboração, principalmente dos donos de borracharias. A fiscalização será ostensiva e poderá culminar em penas aos infratores. Os valores das multas são padronizados e variam entre 30 e 10 mil Unidades Fiscais de Referência (UFIRs), ou seja, a partir de R$ R$ 132,30 a R$ 44,1 mil.

Para evitar transtornos e garantir a segurança ambiental, os pneus devem, portanto, ser depositados no Ecoponto 01, que funciona do prédio da Usina José Bezerra, Rua do Seminário, s/n, ao lado do Samu, em horário comercial. A população também pode denunciar através dos telefones (88) 99916-0980 ou 3512-2937.

A Prefeitura encaminha o material depositado para a Reciclanip, indústria que trabalha com a reciclagem pós-consumo. Ao todo, Juazeiro já encaminhou à empresa mais de 100 toneladas de pneus inservíveis.

Fonte: Jornal do Cariri
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário