Suspeito de vários estupros é preso em São Miguel dos Campos

O empresário Sergio Valença de Melo, de 44 anos, suspeito de abusar sexualmente de pelo menos seis vítimas, foi preso, nesta segunda-feira, 07, na parte alta do município São Miguel dos Campos.

A Polícia Civil capturou o suspeito após cumprimento de mandado de prisão expedido pelo juiz Bruno Aciole, da Comarca de Campo Alegre. Segundo dados da PC, as investigações tiveram início em março deste ano e na época, a polícia chegou a divulgar um retrato falado do responsável pelos estupros na região.

“Pelo menos seis vítimas já fizeram o reconhecimento. Em quatro casos, os estupros foram consumados e em outros dois, ele tentou, mas não conseguiu concluiu o crime”, afirmou o delegado Nilson Alcântara.

Durante a operação policial, foram apreendidas peças de roupas do suspeito bem como o veículo Fiat Palio Weekend, de placa NMB-0330/AL. O material foi apresentado e reconhecido pelas vítimas. Uma delas apontou uma camisa preta como a que o suspeito utilizou no dia do crime. 

“Uma das vítimas reconheceu a camisa preta e até a marca desenhada em cor prata”, esclareceu um dos policiais que efetuou a prisão.

Os policiais, responsáveis pelas investigações, contaram a um site local que uma garota de 13 anos foi uma das vítimas do suspeito e hoje vive com medo.

Agora, a PC trabalha para localizar as armas usadas pelos suspeitos para cometer os crimes. As vítimas alegam que eram ameaçadas com um revólver inoxidável (cromado) e uma faca peixeira no momento do crime.

Em depoimento, Sergio Valença chegou a apontar um irmão como o autor dos crimes devido as semelhanças físicas entre os dois. “A foto dele foi mostrada as vítimas. Elas o reconheceram e não há dúvidas da autoria dos crimes”, reforçou o delegado.

Sergio Valença será encaminhado à Casa de Custodia da Polícia Civil, em Arapiraca. “Esperamos que outras vítimas procurem à delegacia para fazer o reconhecimento e garantir mais anos de prisão a esse homem, que não pode conviver em sociedade”, finalizou o delegado.

Fonte: Alagoas 24 Horas
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário