Policiais do Bope são presos acusados de repassar informações a traficantes

Cinco policiais militares foram presos na manhã desta sexta-feira (11) acusados de recebimento de propina de traficantes para, em troca, repassar detalhes prévios de operações e revender armas apreendidas. Quatro agentes pertencem ao Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e um faz parte do batalhão de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

As prisões foram pedidas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, após investigação do setor de inteligência da secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar.

Segundo a denúncia dos promotores, os policiais Maicon Ricardo Alves da Costa, André Silva de Oliveira, Raphael Canthé dos Santos, Rodrigo Meleipe Vermelho Reis e André da Silva Felizardo praticaram corrupção passiva.

Todos são suspeitos de receber propina semanalmente de traficantes, entre os meses de agosto e dezembro deste ano, em troca de informações sobre operações realizadas pelo Bope em comunidades da facção Comando Vermelho nas zonas norte e oeste do Rio, além da Baixada Fluminense.

As informações eram repassadas aos traficantes diariamente e os valores pagos aos policiais variavam entre R$ 2.000 e R$ 10 mil por comunidade. Ao todo, a denúncia aponta o vazamento de informações de sete favelas e dois complexos –Chapadão e Lins, na zona norte. Ainda não foi informado se os agentes constituíram advogados.

Fonte: Folha.com
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário