Pobreza extrema cai 69,3% no Ceará em 12 anos, diz ministério

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome informa que, nos últimos 12 anos (2002-2014), a pobreza extrema do Ceará saiu de 17,9% para 5,5% da população. A variação representa queda de 69,3% entre aqueles que vivem com até US$ 1,25 por dia. Com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), o cálculo seguiu os parâmetros das Nações Unidas (ONU).

Embora a queda tenha sido expressiva, a pobreza extrema no Estado continua acima da média nacional, que fechou nos 2,5% em 2014, segundo a assessoria do ministério. A pesquisa leva em consideração somente a renda dos indivíduos.

Em entrevista ao O POVO, a ministra Tereza Campello atribuiu os bons resultados a programas de distribuição de renda, como o Bolsa Família. Ela também destaca o aumento do salário mínimo na última década que aumentou o poder de consumo da população.

“O Bolsa Família tem um efeito multiplicador na economia. A cada R$ 1 investido pelo programa, R$ 1,78 volta para o Ceará”, afirma. Ela milita para que o projeto não seja afetado pelos cortes, devido ao aperto nas contas e à crise financeira no País.

Perspectiva

Tereza destaca que o Ceará também tem se destacado em relação à pobreza multidimensional, que leva em conta não apenas a renda, mas o acesso da população a bens e serviços.

No Ceará, conforme dados do Pnad, ela aponta que a frequência escolar está acima da média nacional entre os estudantes de Ensino Médio.

A ministra rebate acusações de que beneficiários do Bolsa Família não trabalham, podando a produtividade do País. “Metade dos que recebem o benefício têm menos de 18 anos. Então, de fato, o programa é responsável de diminuir as pessoas trabalhando com menos de 18 anos. Porque queremos eles na escola”, argumenta.

Apesar da crise econômica, Tereza acredita que a pobreza extrema não deve voltar a números alarmantes no Ceará. “Temos avaliado que a renda da população C e D não tem caído.Neste momento os programas não serão ampliados, mas vamos mantê-los”, diz.

A ministra estará hoje no Ceará para entrega de equipamentos de apoio para as Unidades de Distribuição da Agricultura Familiar, como Caminhões, freezers verticais, balanças. Ao todo, 93 municípios serão beneficiados.

Fonte: O Povo

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário