Exército entra na batalha contra o Aedes em Pernambuco ...

O Exército entrou ontem na frente de batalha contra o Aedes aegypti no Recife. Duzentos homens das Forças Armadas iniciaram um trabalho em oito bairros - um em cada distrito sanitário - considerados críticos em volume de focos do mosquito que causa a dengue, febre chikungunya e zika vírus, que está ligado à epidemia de microcefalia. 

Ontem, o prefeito Geraldo Julio reuniu o secretariado para analisar as ações realizadas até agora e anunciou os próximos passos do combate ao Aedes na capital. 

Durante 180 dias, as equipes do Exército deverão visitar 420 mil imóveis, em um trabalho que vai ser realizados todos os dias da semana, das 8h às 17h. Na primeira semana, os militares vão atuar em Santo Amaro, Campo Grande, Alto do Mandu, Iputinga, Areias, Pina, Alto José Bonifácio e Cohab. Nesta última localidade se registrou a maior concentração de focos de Aedes neste ano - 2.750 ao todo - um por Distrito Sanitário. 

“A medida potencializa as ações educativas com a população, especialmente nos imóveis onde há resistência para o trabalho dos nossos agentes”, afirmou o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.

No Recife, 25.219 casos de dengue foram notificados de janeiro a 24 de novembro deste ano. Desses, 15.168 foram confirmados. Um caso de zika vírus e 112 de chikungunya foram confirmados na capital. Estima-se que cerca de 90% dos criadouros do mosquito estejam dentro das residências. 

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, outros 550 militares estão sendo capacitados para atuar na capital e outras regiões do estado. Ainda não há uma data definida para o início deste trabalho for a da capital.

A parceria entre o Exército e a Prefeitura do Recife já foi colocada em prática no primeiro semestre. Através do trabalho conjunto, foram visitados 111.289 imóveis, superando a meta inicial de 90 mil.

Reunião

O prefeito Geraldo Julio convocou uma reunião com os secretários, dez dias dias depois de lançar o Plano de Enfrentamento ao Aedes aegypti. O encontro aconteceu às 9h, no gabinete de Geraldo Julio, no 9º andar da Prefeitura do Recife.

Segundo a prefeitura, desde o lançamento do plano, diferentes setores e órgãos vêm atuando para reduzir os índices de infestação pelo Aedes. Entre as medidas adotadas estão mutirões para acabar com focos do mosquito e recolher entulhos, além das parcerias com o Exército, igrejas, estabelecimentos comerciais e sindicatos e a abertura de vagas de voluntariado através do Transforma Recife.

Fonte: Diário de Pernambuco

Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário