Atenção básica à Saúde passa por mudança em 2016

A partir do próximo ano, mudanças na Atenção Primária à Saúde serão ampliadas nos municípios cearenses. A reestruturação do modelo pretende transformar os processos de organização das Redes de Atenção à Saúde (RAS), com o objetivo de trazer impactos positivos à saúde da população do estado. A intenção é reconfigurar o modelo atual, o qual é voltado predominantemente para o cuidado aos casos agudos de saúde da população, sem corresponder de maneira eficaz ao tratamento de condições crônicas.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), a estratégia adotada busca estabelecer padrões de qualidade comuns para a atenção primária à saúde por meio da certificação de equipes. Um novo instrumento de avaliação atribuirá os selos bronze, prata e ouro às equipes de saúde que alcançarem os requisitos estabelecidos nas unidades básicas. Dessa forma, será possível verificar o estágio de desenvolvimento alcançado nas unidades, bem como identificar e corrigir as não conformidades e desenvolver planos para melhoria contínua.

A partir de 13 de janeiro, a região de Tauá, onde foi originado o Laboratório de Atenção Primária à Saúde, receberá seis oficinas, que se estendem até o mês de agosto, com a participação de 80 técnicos da Sesa e 320 profissionais da atenção básica dos municípios de Arneiroz, Aiuaba, Parambu e Tauá, que serão treinados para adotar o novo sistema.

Fonte: Diário do Nordeste
Share on Google Plus

About Fagner Soares

0 comentários:

Postar um comentário