Últimas Noticias

Cariri

Esportes

ÚLTIMOS POSTS

Mais de 20 mil casos confirmados de dengue no Ceará em 2016

Em 2016, foram contabilizados 20.730 casos confirmados de dengue no Ceará e 45.162 casos prováveis. Até o momento, 14 óbitos foram anotados pela Secretaria de Saúde.

As mortes ocorreram em Fortaleza (4), Caucaia (1), Maracanaú (2), Pacatuba (1), Capistrano (1), Aracati (1), Fortim (1), Icó (1), Catarina (1) e Horizonte (1). A doença foi anotada em 151 dos 184 municípios do estado.

Conforme o boletim epidemiológico da Sesa divulgado nesta sexta-feira (22), em Fortaleza, 25526 notiticações, 16952 registros prováveis e 10.233 confirmados. Totalizando quatro óbitos.

Das 14 vítimas que morreram, sete são homens e sete, mulheres. A maioria (84,6%) ocorreu em adultos com idades entre 36 e 77 anos e dois (15,4%) ocorreram em crianças de um mês e 11 anos (mediana de 55,5 anos).

Fonte: G1

PT confirma candidatura de Fernando Haddad à reeleição em São Paulo

O atual prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, concorrerá à reeleição, pelo PT. O ex-deputado federal e ex-secretário municipal da Educação Gabriel Chalita, do PDT, completa a chapa como candidato a vice-prefeito. A candidatura foi confirmada neste domingo (24), em convenção municipal do partido, no Sindicato dos Bancários. Na eleição de outubro, o PT terá apoio do PDT, PR, PCdoB e Pros.

"Precisamos de mais quatro anos para consolidar tudo o que começamos na cidade de São Paulo. E não foi pouco o que começamos", afirmou Haddad. Ele citou como conquistas de seu governo as faixas exclusivas de ônibus, as ciclofaixas, a queda no número de atropelamentos e também de mortes de ciclistas, o fim da aprovação automática nas escolas e  o fim da inspeção veicular pela Controlar.

De acordo com o candidato, o que está em jogo nessa eleição é muito mais do que um partido, é muito mais que um candidato. "O que está acontecendo no país é um retrocesso, do ponto de vista civil, do ponto de vista político, do ponto de vista trabalhista e do ponto de vista social. Se não tivermos consciência disso, não vamos para a rua com a energia necessária para ganhar a eleição. Mas, se tivermos consciência histórica do que nos cabe neste momento, vamos oferecer à sociedade de São Paulo o que ela nunca vislumbrou, que é um projeto de cidade consolidada", acrescentou o prefeito.

Participaram da convenção o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva; o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT); o presidente nacional do PT, Rui Falcão; o ex-senador Eduardo Suplicy, o presidente estadual do PT, Emídio de Souza; a vice-prefeita Nádia Campeão; além de dirigentes do PCdoB, PR, PDT e Pros.

Agência Brasil

Ministro do TCU dá mais 30 dias para defesa de Dilma sobre contas de 2015

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) José Múcio Monteiro concedeu mais 30 dias corridos de prazo para que a presidenta afastada Dilma Roussef apresente defesa sobre os questionamentos do TCU a respeito das contas do governo de 2015. A decisão, tomada na noite de ontem (22), foi confirmada hoje (23) pela assessoria do tribunal.

Em junho deste ano, os ministros do TCU aprovaram por unanimidade o relatório do ministro José Múcio.

Na ocasião, mesmo já tendo apontado a repetição de irregularidades, a exemplo do ocorrido em 2014, o ministro informou não ter condições de as contas serem apreciadas pelo tribunal e concedeu prazo de 30 dias para que a presidenta respondesse os questionamentos feitos pelo TCU.

O prazo normal terminaria neste domingo (24). O prazo adicional de 30 dias começa a valer a partir da notificação, o que pode ocorrer na segunda-feira (25).

Ao todo, foram apresentados 19 questionamentos pelo TCU e outros cinco pelo Ministério Público.

Fonte: Agência Brasil

Ombudsman diz que Folha “errou e persistiu no erro” ao ocultar dados de pesquisa

A ombusdman da Folha de S.Paulo, Paula Cesarino Costa, escreveu hoje (24) em sua coluna que o jornal "errou e persistiu no erro" ao publicar dados incompletos sobre pesquisa Datafolha de avaliação do governo do presidente interino, Michel Temer.

A pesquisa, divulgada no último sábado (16), foi alvo de críticas e acusada pelo site de notícias independente The Intercept, de cometer "fraude jornalística" em relação à preferência do brasileiro sobre a permanência de Michel Temer, a volta da presidenta afastada Dilma Rousseff ou a realização de novas eleições.

Na publicação original, a Folha informou que 50% dos entrevistados preferiam a permanência de Temer à volta de Dilma, e que, diante dessa questão, 3% disseram defender novas eleições. No entanto, quando a possibilidade de novas eleições aparece entre as respostas estimuladas, o percentual de entrevistados que optam por essa alternativa chega a 62%, o que não foi dito pelo jornal.

A Folha só publicou a versão com esse percentual após as críticas e disse que não errou, mas que optou por não destacar cenário considerado "pouco relevante" pela direção do jornal. A ombudsman diz que sugeriu à redação "que reconhecesse seu erro editorial e destacasse os números ausentes da pesquisa em nova reportagem".

"A meu ver, o jornal cometeu grave erro de avaliação. Não se preocupou em explorar os diversos pontos de vista que o material permitia, de modo a manter postura jornalística equidistante das paixões políticas. Tendo a chance de reparar o erro, encastelou-se na lógica da praxe e da suposta falta de apelo noticioso. A reação pouco transparente, lenta e de quase desprezo às falhas e omissões apontadas maculou a imagem da Folha e de seu instituto de pesquisas. A Folha errou e persistiu no erro", escreveu a Paula Cesarino Costa na edição deste domingo.

Além da polêmica sobre o trecho da pesquisa que tratava de novas eleições, a ombudsman também critica a escolha do jornal de destacar na manchete sobre a pesquisa o otimismo com a economia, "subaproveitando temas políticos".

Agência Brasil


Tecnologia e Games

Entretenimento

POLÍTICA

 
Copyright © 2015 Juazeiro Fm 105,9
Hospedado por: Volume Designer Sites