Últimas Noticias

Cariri

Esportes

ÚLTIMOS POSTS

Paciente é retirado de ambulância e morto a tiros quando era transferido de Crato para Campos Sales

Mais um que esteve no Bar da Miúda no bairro Aparecida em Campos Sales por ocasião da troca de tiros entre policiais militares e acusados do tráfico de drogas, tombou morto na região do Cariri se constituindo no quarto incluindo o Soldado Lemos do RAIO de apenas 25 anos. Por volta das 19h30min desta quarta-feira José Lopes da Silva, de 50 anos, que residia na Rua Vicente Alexandrino (Bairro Alto Alegre) em Campos Sales, estava sendo transferido de um dos hospitais de Crato para o hospital de sua cidade.

Na CE-292, imediações da localidade denominada Mané Coco ainda no município de Crato, a ambulância foi interceptada por quatro homens encapuzados que viajavam numa Hilux os quais mandaram o motorista do veículo oficial se afastar. O paciente foi retirado da ambulância e executado a tiros no rosto às margens da rodovia estadual. Depois fugiram em alta velocidade, enquanto o motorista retornava ao local e ligava para a polícia a fim de comunicar o fato.

No dia 8 de maio Zé Lopes saiu ferido no tiroteio entre policiais e traficantes no Bar da Miúda em Campos Sales. O Soldado Lemos, que residia em Juazeiro, tombou morto, enquanto Luan Silva Teixeira, de 26, que morava em Arcoverde (PE), foi executado dentro de uma ambulância do SAMU quando era socorrido para o Hospital Regional do Cariri. Já Antonio Lourenço Sousa da Silva, de 26 anos, o “Antonio de Bastiana”, morador do bairro Barragem em Campos Sales, foi morto na porta de sua casa às 19 horas daquele dia. Ele esteve no bar que pegou fogo na madrugada do dia 16 de maio.

Este foi o terceiro homicídio do mês de maio em Crato e o 25º do ano no município. O último aconteceu na noite do dia 20 de maio na Travessa Rui Barbosa (Bairro Alto da Penha) tendo como vítima Caio Muniz do Nascimento, de 18 anos, o “Menor Caio”, morto com seis tiros. Ele era de Iguatu e tinha fugido do Centro Educacional São Miguel em Fortaleza  no dia 18 de maio junto com outros 10 internos. Caio estava morando na casa de uma cunhada no bairro Vila Lobo em Crato.

Renan chama Janot de "mau caráter" em gravação divulgada por TV

Novos diálogos da bombástica delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado trazem à tona a preocupação e os ânimos exaltados dos políticos diante dos avanços da Lava Jato, maior operação de combate à corrupção já feita no Brasil. Em uma das conversas com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) os dois revelam suas impressões sobre o procurador-geral da República Rodrigo Janot, responsável por conduzir as investigações contra os políticos com foro privilegiado.

Machado - Agora esse Janot, Renan, é o maior mau-caráter da face da terra.

Renan - Mau caráter! Mau-caráter! E faz tudo que essa força-tarefa (Lava Jato) quer.

Machado - É, ele não manda. E ele é mau caráter. E ele quer sair como herói. E tem que se encontrar uma fórmula de dar um chega pra lá nessa negociação ampla pra poder segurar esse pessoal (Lava Jato). Eles estão se achando o dono do mundo.

Renan - Dono do mundo.

O trecho foi revelado nesta quinta-feira, 26, pelo Jornal Hoje, da TV Globo. Renan é alvo de ao menos 12 inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) devido às investigações da Lava Jato e Machado também é alvo de investigações na Corte. Temendo que seu caso fosse enviado para a primeira instância, ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, o ex-presidente da Transpetro acabou aceitando fazer um acordo de delação premiada e entregar os áudios e contar o que sabe à Procuradoria-Geral da República.

Uma de suas conversas gravadas com políticos já levou à queda de Romero Jucá (PMDB) do Ministério do Planejamento. No diálogo revelado na segunda-feira, 23, o senador aparece discutindo propostas para "estancar" a Lava Jato com a saída de Dilma e a chegada de Temer à Presidência. Machado também gravou conversas com o ex-presidente José Sarney (PMDB).

Machado foi filiado ao PSDB por dez anos, período em que chegou a se eleger senador e virar líder da sigla no Senado. Posteriormente se filiou ao PMDB e, há pelo menos 20 anos, mantém proximidade com a cúpula do partido que chegou à Presidência da República após o afastamento temporário de Dilma Rousseff com a abertura do processo de impeachment no Senado.

A delação do ex-presidente da Transpetro foi homologada nesta semana pelo ministro relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki. Com isso, a partir de agora Janot pode decidir quais serão os próximos passos das investigações e solicitar a abertura de novos inquéritos.

Não é a primeira vez que políticos investigados na operação criticam o procurador-geral. O ex-presidente e também senador Fernando Collor (PTB-AL) já lançou vários xingamentos a Janot, desde "fascista da pior extração" e até de "filho da puta", na tribuna do Senado.

"Trata-se de um fascista da pior extração, e cuja linhagem pode ser perfeitamente traduzida nas palavras de Plutarco: ´Nada revela mais o caráter de um homem do que seu modo de se comportar, do que quando detém um poder e uma autoridade sobre os outros. Essas duas prerrogativas despertam toda a paixão e revelam todo o vício´", afirmou o parlamentar no ano passado, dois dias antes de Janot ser sabatinado no Senado para ser reconduzido ao cargo.

Collor foi denunciado pelo procurador ao Supremo, teve sua mansão revistada pela Polícia Federal e até seus veículos de luxo chegaram a ser apreendidos a pedido de Janot, que acusa o parlamentar de acumular o patrimônio com dinheiro de propina.

Estadão Conteúdo

Grêmio supera lesões e atropela o Atlético-MG no Horto

Provavelmente a melhor atuação de um time nessas três rodadas do Brasileirão.

Nessa quinta-feira, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, o Grêmio não deu chances ao Atlético-MG mesmo perdendo três jogadores no primeiro tempo por lesões, ganhou por 3 a 0 e se igualou a Santa Cruz e Internacional na liderança.

O técnico Roger Machado, que há exatamente um ano assumia o comando do Tricolor gaúcho, colocou seus jogadores para marcarem sob pressão, desestabilizando o rival, e o time balançou as redes por três vezes nos 45 minutos iniciais.

Aos 18 minutos, em troca de passes digna de Barcelona, Marcelo Oliveira recebeu dentro da área, na cara de Victor, e abriu o placar.

Sete minutos depois, Júnior Urso recebeu falta no meio-campo, mas o árbitro Raphael Claus não marcou, e na sequência Luan invadiu a área pela esquerda para tocar com categoria no canto esquerdo do "santo" atleticano.

Já nos acréscimos, o camisa 7 voltou a balançar a rede ao receber pela esquerda, dar o corte em Edcarlos e chutar cruzado, de esquerda.

Marcelo Oliveira, que fez sua estreia como técnico do Atlético-MG no Independência, foi bem recebido pelos torcedores, mas com o passar do tempo - e o placar adverso - a impaciência só aumentou, e jogadores foram vaiados (caso de Hyuri).

O Atlético teve nove desfalques para a partida desta quinta e chegou a assustar nos primeiros minutos, mas após levar o primeiro gol não conseguir reagir.

Roger Machado, porém, deve se preocupar: o zagueiro Fred, o atacante Henrique Almeida e Marcelo Oliveira se machucaram ainda na etapa inicial, o que os tornam dúvidas para o duelo contra o Coritiba, no próximo domingo, na Arena Grêmio.

O time tricolor chega a sete pontos (quatro gols marcados e nenhum sofrido até agora) e se iguala a Santa Cruz e Internacional. A equipe pernambucana tem melhor saldo (6), seguida por Grêmio (4) e pelo clube colorado (2).

Já o Atlético-MG está com quatro pontos, na 14ª colocação, aumenta sua sequência sem vitórias para cinco partidas e tentará sua recuperação em visita ao Vitória no Barradão, também daqui três dias.

Fonte: ESPN

Milhares de católicos mantém viva a tradição de Corpus Christi na Região do Cariri

Católicos da Região do Cariri mantém viva a tradição de celebrar a solenidade de Corpus Christi (expressão latina que significa “Corpo de Cristo”). Tapetes de flores, de serragem de madeira e pinturas foram feitos e estendidos nas ruas para que a procissão passasse.

Na paróquia Matriz do Menino Jesus de Praga, no Bairro Novo Juazeiro, o tapete feito por pastorais, grupos e movimentos medindo pouco mais de um quilômetro embelezou a procissão. "Neste ano preferimos utilizar apenas pinturas no asfalto para não sujar o espaço", afirmou o representante comercial Romulo Filho que participa do Encontro de Casais com Cristo da Igreja acima citada.

A procissão saiu da igreja passando pela Praça da Alegria, Avenida Antônio Sales, deu a volta no Colégio Tiradentes, voltou para a Avenida Castelo Branco para de volta a igreja ser finalizada.

A frente do cortejo estava monsenhor José Alves carregando o ostensório e ladeado de milhares de fiéis.

Essa festa é tida como de preceito, ou de guarda. Isto é, todos os católicos devem dela participar obedecendo, assim, ao terceiro mandamento católico.

Durante essa caminhada as ruas costumam ser enfeitadas, pintadas e ornamentadas com objetos com palhas, raspas de madeira e arcos feitos com palmeiras. As casas que fazem parte do trajeto também são ornadas com altares.

Fonte: miseria.com.br

Tecnologia e Games

Entretenimento

POLÍTICA

 
Copyright © 2015 Juazeiro Fm 105,9
Hospedado por: Volume Designer Sites